Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dados Lançados

"I'm not a perfect person. There's many things i wish i didn't do but i continue learning"

Dados Lançados

"I'm not a perfect person. There's many things i wish i didn't do but i continue learning"

Bem me parecia!

Estranhei logo a simpatia toda que tinha recebido quando disse que me ia embora. Eu conheço-a à 6 anos, tanta simpatia não faz parte do seu perfil.

...bastou dar-lhe tempo para se revelar!

 

Uma semana depois da noticia tudo mudou. A simpatia deu lugar a bocas constantes e a condições absurdas.

 

Agora vou ficar até dia 14 a trabalhar no escritório. De 17 a 21 vou para casa de férias (porque não se abrem excepções a ninguém!) e depois volto ao escritório de 24 a 28 para dar os últimos ares da minha graça.

 

 Sinceramente, se acha que é assim que me vai impedir de ir embora, desengane-se! Eu vou e vou ainda com mais certezas de que fiz a escolha certa!

Sabemos que vamos fazer falta quando:

* A minha colega do escritório diz que a patroa ontem foi ter com ela para lhe dizer que eu ia embora. E que, apesar de dizer que compreendia que era o melhor para mim, ia ter muita pena da minha saída.

 

* A minha colega dos serviços do IMTT diz que já sabia que eu ia embora porque a minha patroa lhe tinha ligado ontem a desabafar porque estava muito desorientada e não sabia se iria encontrar alguém que estivesse à altura de me substituir.

 

 

Confesso que, por momentos, senti que era a Andy do filme "O Diabo veste Prada". Naquela cena, já no final, em que a Emily diz para a nova assistente de Miranda que ela terá que trabalhar muito para chegar aos calcanhares da Andy.

 

Não quero ser presunçosa mas eu sei que lhes vou fazer lá falta. No entanto considero que poucas ou mesmo nenhumas pessoas são insubstituíveis. Eu não sou excepção. De certeza que elas vão arranjar alguém que consiga fazer tanto ou mais do que eu. Apenas sabe bem sentir que somos queridas e que iremos fazer falta. Principalmente se a pessoa que nos faz sentir assim, mesmo que indirectamente, é a nossa patroa que raramente diz um "obrigada" quando mais dizer que vai sentir a nossa falta.